Quem somos

O Condetuf é a associação que congrega os dirigentes das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais (ETVs) em todo território nacional.

Nossas instituições ofertam cursos da Educação Básica, no nível Médio e no nível Técnico; no nível de Superior, onde há cursos de Tecnologia, Bacharelado e Licenciatura; e há ainda a Pós-Graduação, tanto com cursos de especialização (lato sensu), quanto de mestrado (strictu sensu) - com cursos na modalidade de ensino presencial e na educação à distância, o EAD.

Ao longo de três décadas, o Condetuf tem conectado a  atuação e fortalecido a representação das ETVs, tanto para a comunidade quanto para as demais entidades que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. 

Nossos órgãos administrativos e deliberativos são o Plenário, a Diretoria (composta pelas presidência, secretaria e tesouraria) e o Conselho Fiscal; além das câmaras de Planejamento e Orçamento, de Política Institucional e Ensino e a de Recursos Humanos (compostas por cinco membros cada).

Ao desafio de atender e valorizar a diversidade que nos compõe, seja em relação a áreas do conhecimento seja em relação a regiões do país, buscamos responder optando por políticas educacionais norteadas pela transparência, participação, respeito, ética, organização, inovação, integração, pluralismo e pela democracia.

Nós acreditamos que a educação é um dos instrumentos mais poderosos na busca do aprimoramento humano, tanto das habilidades individuais quanto daquelas que, desenvolvidas coletivamente, fomentam uma sociedade capaz de acolher todos os seus talentos.
A qualificação para a produção, a reprodução e o cuidado da vida, para a experimentação científica, para a expressão criativa e para a inovação tecnológica é a principal finalidade de todas as ações das escolas técnicas associadas ao Conselho Nacional de Dirigentes das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais, o Condetuf.
Nossa entidade representa 23 instituições de ensino espalhadas por todo o Brasil que juntas ofertam 272 cursos da Educação Básica, Técnica, e Tecnológica (EBTT), atendendo atualmente mais de vinte mil alunas e alunos matriculados em nossa rede.
ICONES.png

promover estudos e propor soluções para o  desenvolvimento do ensino técnico de nível médio

colaborar com os poderes públicos, visando o aprimoramento da educação

estimular as atividades científicas e tecnológicas nas escolas vinculadas

contribuir para o nível cultural e técnico do corpo administrativo das escolas vinculadas

funcionar como órgão permanente de coordenação, para gerir interesses comuns diante de instituições públicas e privadas, bem como apoiar o intercâmbio entre as escolas vinculadas

apoiar a realização de congressos, conferências, seminários e outros encontros, afim de promover a discussão de políticas públicas, para a melhoria das escolas vinculadas

buscar e manter intercâmbio entre as escolas vinculadas e outras instituições, públicas ou privadas, com interesses comuns

Relações institucionais

Ao longo de sua existência, o Condetuf passou a ter notoriedade ao participar de grupos de trabalho junto à Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (SETEC/MEC), à Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif).

Também compomos a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Rede Federal), desde a sua criação, em 2008.

 

Em 2020, a Rede Federal é composta por 38 Institutos Federais, dois Centros Federais de Educação Tecnológica, uma Universidade Tecnológica Federal, e 23 Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais, o que totaliza um conjunto com 661 unidades distribuídas nas 27 unidades da Federação.

Desde a inclusão das Escolas Técnicas  Vinculadas (ETVs) como integrantes da Rede Federal, até a construção e consolidação da isonomia de tratamento  em relação as outras instituições integrantes vinculadas diretamente  ao  MEC, o desafio se estende até a articulação com entes representativos das Universidades e Institutos Federais e a integração entre o Condetuf e o conjunto de reitores das universidades que possuem escolas vinculadas. 

Nesse sentido o trabalho avança com a nossa participação nos:

  • Comitê de gestão e planejamento;

  • Conselho Permanente para o Reconhecimento de Saberes e Competências da Carreira do Magistério do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico;

  • Grupo de Trabalho para elaboração de diretrizes, mecanismos e procedimentos para atuação da Rede Federal no Programa Idiomas sem Fronteiras;

  • Comissão Permanente de Acompanhamento das Ações de Permanência e o Êxito dos Estudantes da Rede Federal;

  • Representação na Comissão que instituiu a rede Certic;

  • Comissão Nacional de Educação Prossional e Tecnológica do Campo; 

  • Fórum Nacional de Apoio à Formação e Qualiação Profissional;

  • Grupo de trabalho constituído por representantes da SETEC, CONIF e CONDETUF para definir a metodologia de cálculo do FEC para cada curso ofertado pela Rede Federal de Educação Prossional e Tecnológica.

Diretoria

douglas_edited.jpg

Douglas Queiroz Santos

1º vice-presidente

Diretor da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal de Uberlândia (ESTES-UFU ).

foto marcelo.jpg

Marcelo Freitas da Silva

2º vice-presidente

Coordenador de Educação Básica, Técnica e Tecnológica da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

zilmar_2021_edited.jpg

Zilmar Rodrigues de Souza

Presidente

Secretário de Educação Básica e Profissional da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

david_2021.jpeg

David Farias Torres Chagas

1º secretário

Diretor da Escola Técnica de Artes da Universidade Federal de Alagoas (ETA-UFAL).

wellington_edited.jpg

Wellington Bezerra de Souza

1º tesoureiro

Diretor da Escola Técnica de Saúde de Cajazeiras da Universidade Federal de Campina Grande (ETSC-UFCG).

katia_edited.jpg

Kátia Pedroso Silveira

2ª secretária

Diretora do Colégio Técnico da Universidade Federal de Minas Gerais (COLTEC-UFMG).

diretora.jpg

Maria Soraya Pereira

2ª tesoureira

Diretora da Escola Técnica de Saúde da Universidade Federal da Paraíba (ETS-UFPB).

Gestões anteriores

2015 à 2018

Expansão

​Presidência do  professor Antônio César Pereira Calil, da Universidade  Federal  de  Viçosa (UFV).

2008 à 2014

Criação

Presidência do professor Júlio César de Andrade Neto, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Mémoria

O primeiro movimento em torno do surgimento de uma entidade que representasse coletiva e publicamente as Escolas Técnicas Vinculadas (ETVs) a diversas universidades federais, ocorre em 1990, quando os seus professores se reuniram para criar e fundar a Associação dos Diretores das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais do Rio Grande do Sul, com a finalidade de tratar de assuntos de interesse comum e de atuar interinstitucionalmente para o fortalecimento das mesmas em seus pleitos junto a órgãos da gestão pública federal. 

Ainda em 22 de agosto de 1990 a associação passou a se chamar Conselho dos Diretores das Escolas Técnicas Agrícolas, Comerciais e Industriais das Universidades Federais do Rio Grande do Sul (CDETUF/RS). Caminhando nessa direção, no dia 03 de abril de 1991 foi aprovado o Estatuto do Conselho dos Diretores das Escolas Técnicas das Universidades Federais, sendo eleita a primeira diretoria.  

Em 1992, houve uma primeira reunião com o então ministro da Educação, Murilo Hingel.

A partir desse encontro, iniciou-se a construção de um relacionamento institucional franco e fértil, hoje consolidado e fundado na colaboração entre o Ministério da Educação e o Conselho Nacional de Dirigentes das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais (Condetuf).

Atualmento o Condetuf se consolidou como entidade representativa das Instituições de Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) vinculadas às Universidades Federais de todo o pais.