Estudante do CODAI conquista medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) é um evento científico no qual participam estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental até o último ano do Ensino Médio, de escolas públicas e privadas de todo o Brasil. A OBA está dividida em quatro níveis de participação e tem por objetivo despertar o interesse dos alunos nos campos da astronomia e da astronáutica.


O evento ocorre normalmente no mês de maio, porém em 2020, por causa da Pandemia da COVID-19, aconteceu no mês de novembro de forma virtual. Nesta edição, participaram 784.390 estudantes de todo o país.




O aluno João Victor Nascimento Queiroz Macêdo, do 3º ano do Colégio Agrícola Dom Agostinho Ikas da UFRPE (CODAI/UFRPE), foi o único participante do CODAI na 23ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). João Victor participou do nível 4 e atingiu a nota de 9,75 na prova, em uma escala de 0 a 10. Com este resultado, conquistou uma medalha de ouro que foi entregue ao estudante no final de abril deste ano. O incentivo para participar partiu do professor Mercel Santos.


João tem 16 anos, sempre gostou de assuntos relacionados ao espaço e tem participado de olimpíadas a nível nacional e estadual. Foi medalhista na OBA em edições anteriores: 2015 (medalha de bronze) e 2016 (medalha de ouro). Em 2017, participou da Olimpíada Pernambucana de Astronomia (OPA), no qual conquistou a medalha de ouro.


O medalhista, desde pequeno, tem paixão pelos astros e sonha em estudar Engenharia Aeroespacial. A “astronomia é algo fantástico que me inspira a estudar cada vez mais”, destacou o estudante João Victor.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo