EAJ participa da 60ª edição da Festa do Boi

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN) participou da 60ª edição da Festa do Boi, realizada no Parque Aristófanes Fernandes. O evento, promovido de 7 a 15 de outubro, conta com exposição de animais, máquinas e equipamentos agrícolas, além de minicursos, palestras, oficinas e atrações musicais. A EAJ/UFRN, através de docentes e discentes, apresentou projetos, trabalhos e atividades realizadas na escola.


Stela Antas Urbano, professora do curso de graduação em Zootecnia, fala sobre a exposição no evento. "Nós decidimos, depois de cinco anos de seleção no Rebanho Experimental do Grupo de Estudos em Forragicultura e Produção de Ruminantes (GEFOR), que era a hora da gente expor nosso rebanho. Nós selecionamos as nossas dez melhores matrizes e levamos para a Festa do Boi para ilustrar o nosso sistema de produção de carne ovina a pasto. A proposta do GEFOR é produzir carne ovina de qualidade a pasto. Temos um manejo onde os animais são mantidos em pastejo durante o dia e são recolhidos no final do dia para receber uma pequena suplementação. Com isso, a gente busca achar um ponto de equilíbrio onde a gente consiga produzir uma carne de excelente qualidade com o menor custo possível através da inclusão mínima de concentrado", explica.


Sobre a participação na Festa do Boi, ela comemora. "No que diz respeito à visitação, foi excelente e superou todas as expectativas. Nós fomos procurados por empresas privadas buscando parceria para testar produto na nutrição e no resultado lá do rebanho. Também fomos procurados por uma Startup de São Paulo, então a gente entende que isso tudo se configura como importância de expor o nosso trabalho. Os alunos absurdamente envolvidos e engajados. Sem eles eu jamais teria qualquer condição de fazer nada parecido com isso, então gostaria de destacar o engajamento dos alunos. Foi excelente!" conta Stela.


O professor Paulo Mario de Faria, comenta sobre a participação do curso técnico em Aquicultura no evento. "Nós levamos vários aquários, mostrando as áreas de atuação do curso. Mostramos a produção de peixes de corte e a produção de camarão de corte. Numa outra área, que é a área de Aquicultura Ornamental, tínhamos o peixe betta, acará bandeira, kinguios, camarões ornamentais, tilápia (como peixe de corte) e o macrobrachium rosenbergii, representando o camarão de corte", conta o docente.


O curso também contou com o espaço para a Feira de Aquarismo do Rio Grande do Norte (FEAQUARN), promovida no espaço do Sebrae. A Feira, que tem como objetivo estimular o aquarismo e fortalecer a cadeia produtiva, já realizou exposições de peixes ornamentais em vários locais de Natal, como o Shopping Via Direta, Natal Shopping e Centro de Convenções, divulgando e popularizando a criação de peixes domésticos ornamentais.


Paulo Mario de Faria ainda fala sobre a importância da EAJ no evento. "Na minha opinião, a Festa do Boi é o maior evento agropecuário que existe no nosso estado. E a EAJ, por ser o centro de excelência da área das Ciências Agrárias, ela tem que estar sempre presente mostrando todas as áreas de atuação da escola, porque o público que está aqui é aquele que será o nosso aluno, são os fazendeiros, os empresários que atuam na área das Agrárias como um todo. A Escola Agrícola tem um papel muito importante no evento de mostrar para a sociedade tudo que vem sendo desenvolvido nas Ciências Agrárias", explica.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo